Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

11
Set17

O seu eu que era tão seu

fashion

 

 (imagem retirada da net)

 

Ficou encostada à parede da sala, com a face colada no vidro. Gostava daquela sensação de frio sobre a pele. Do outro lado ouvia as palavras dele. Queria apenas um abraço, pensava. Não sabia já o que ele dizia, perdeu-se naquele complexo fio de palavras. Ela estava longe ou perto? Se alguém a visse não saberia dizer. O olhar perdido no que estava para além do vidro, o silêncio da escuta das palavras dos outros e ela não estava lá.

Onde ela estava não entrava ninguém, há muito que o tinha decidido. Lá não existiam julgamentos e nem culpas. Permitia-se ser quem quisesse. Passeava por entre as flores e sentia as agulhas dos pinheiros a picar-lhe a pele, não se importava. Ali sorria e cantava, sim ela cantava. Ás vezes canções simples com letras infantis, outras pequenos trechos de complexas sonatas. Fugia sempre, melhor o seu pensamento fugia, de cada vez que tinha de sair daquele seu eu, que era tão seu. As palavras voltaram, tirou a face do vidro, estava de volta.

35 comentários

Comentar post

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

Sofrósina

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2