Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

15
Fev18

Conhecimento

fashion

 

 

 

Esta semana revi o filme de Bergman "O Sétimo Selo". Incontornável é a cena do filme onde a morte joga xadrez com a alma, com a vida.

No decorrer no filme o actor que protagoniza a vida é enganado e confessa, à morte, a sua estratégia de jogo, contudo sente nas mãos o sangue pulsante e percebe que ainda está vivo. Não entende prontamente o porquê do seu sopro vital, mas uma breve reflexão leva-o a descobrir que o que faz continuar vivo é a procura do conhecimento. Isto extrapolado para os tempos actuais fez-me pensar na quantidade de pessoas mortas, que andam por essa vida e que pensam que estão vivas sem estarem. Quantas há que não procuram conhecer-se, nem pensar a vida. Os apelos para o fácil, o momentâneo e o que não dê trabalho, são fortes. Mas será isso a vida?? Pode ser que sim, mas a reflexão de Bergman remete-nos para o caminho do conhecimento e da profundidade das coisas da vida.

24
Dez17

O meu conto de Natal

fashion

 

Passou pela mesa mansamente e sentiu com os dedos a madeira castanha.Olhou as cadeiras, ouviu os risos que outrora as vestiam. Viu em cada uma delas os rostos das pessoas que a tocaram e onde o calor imperava. Sentou-se à janela e viu os pardalitos brincarem entre os cedros, ouviu-lhes a melodia e adivinhou-lhe a maciez das penas. Estava frio e aconchegou a camisola nos ombros. Lá fora o brilho das luzes enfeitava o vidro e conferia-lhe, à vez, o tom azul, vermelho e verde. Ficou sentada durante muito tempo a olhar os tons, a beber a simplicidade das oscilações de cor. Ouviu música na rua, trauteou baixinho a letra e os espaços vazios começaram aos poucos a ser preenchidos. Nas cadeiras habitavam agora, os legítimos donos, as chamas da lareira acompanhavam as conversas e os risos. As memórias tão vivas pareciam ser a verdadeira realidade.

Um  dos pardais deixou o cedro e empoleirou-se no parapeito da janela olhando-a longamente. Viram-se os dois com a admiração de quem se descobre.O presente e o passado perpetuados durante um olhar. A melodia, a luz, o calor e o instante do afecto que dura o que quisermos.

Soube ali, naquela cadeira, em frente à janela, o que era o Natal...

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

Sofrósina

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2