Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

11
Jul16

Os irmãos são pirilampos?

fashion

piri.jpg

 

 Um dia destes queixei-me a um amigo sobre o facto de, há muito, não ver pirilampos: - Talvez mais de quinze anos, disse-lhe.

-E há quanto tempo não estás no meio do campo à noite, perguntou-me.

Pois... respondi.

Na realidade há muitas coisas que não vemos porque não estamos atentos ou porque não criamos oportunidades para que nos seja possível admirá-las ou, simplesmente, porque as coisas não querem ser encontradas. Um pirilampo, um céu estrelado, só existem se nós quisermos verdadeiramente vê-los e se eles se deixarem ver. Muitas vezes as estrelas escondem-se detrás das nuvens.

Pois bem, mas esta minha lembrança dos pirilampos prende-se com a relação que eu estabeleço entre os "luzinhas" e os irmãos. Para mim um verdadeiro irmão é tal qual um pirilampo que mesmo que tudo esteja escuro tem sempre uma luz para nos iluminar. O negrume pode ser intenso, mas um verdadeiro irmão consegue fazer uma cidade de luz, apenas para que o seu semelhante sorria.Os irmãos crescem juntos e por muito difícil que seja existem elos invisíveis que os unem(e não falo do vermelho que lhes percorre as veias), refiro-me a qualquer coisa de mágico e cândido. É quase como se planassem de mãos dadas, sobre um enorme mar azul; a sua força é de tal dimensão que será impossível que um deixe cair o outro. No entanto: esta ligação, quando não é autêntica, deixa marcas profundas naqueles que a vivem com mais intensidade. Sem que eles esperem um dia deixam de planar e são, literalmente, afogados no tal mar.  Deixamos de conseguir ver a luz porque o outro não quer que ela seja vista. Nesse momento temos os outros irmãos: os irmãos de alma. Estes apesar de não terem características físicas e/ou biológicas ajudaram-nos muitas vezes a crescer e estiveram perto de nós quando a ajuda era premente. Muitas vezes ficam na sombra, porque não querem incomodar, mas mal esticamos o braço lá estão eles prontinhos a fazer-nos ver que não há negrume superior à irmandade da alma. Os "luzinhas", de alma, têm muitas fitinhas vermelhas que nos oferecem para que o sangue corra sobre o cetim e perpetue, para sempre, a nossa aliança. 

Fechei os olhos :- acabei de ver "um luzinha", com fita vermelha a passar. :)

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2