Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

28
Out16

Aprender a navegar com a tempestade...

fashion

 

 

Naquele dia o Sol acordou cedo, vestiu um casaco comprido e abriu de par em par as janelas de madeira.

Olhei para ele; demoradamente, sem que me visse e deixei-me estar, quietinha, nesse doce namoro. Estava deitada, no pequeno barco de remos, com uma manta verde em cima do corpo e senti-me adormecida pelo embalo da água e o namoro com o Sol. Fiquei assim muito tempo sem que o barco se mexesse muito e sem que eu tivesse vontade de me mexer. No ar ouviam-se os gritos do rio, ao tocarem no casco, e o cheiro da maresia.

Na realidade eu nada fazia para que tudo acontecesse como devia acontecer. O Sol brilhava porque sim, a água seguia o seu curso e e barco fazia o seu caminho. Eu acompanhava-os sem saber porque o fazia. Eu não sabia navegar porque tudo navegava por mim.

Os dias sucediam-se e o namoro com o Sol, com o barco e com água, também. Mas um dia, daqueles dias em que o céu fica da cor do carvão, fiquei sem Sol, a água revoltou-se, os remos caíram e a manta foi para longe. Começou a chover, a chover muito e tinha de fazer alguma coisa para conseguir resistir à revolta da água.

Agarrei-me com toda a força que tinha ao barco, e com  tempo comecei a remar com as mãos. Fi-lo com força, até que consegui que o barco encontrasse um pedaço de terra e se despedisse da água. Tinha conseguido vencer uma tempestade enorme. Sentei-me na areia e chorei,um misto de alegria e de tristeza envolviam-me e esforcei-me para entender, para me entender. Tinha sobrevivido, tinha aprendido a navegar. Essa aprendizagem só foi possível porque a tempestade me mostrou. Seria impossível viver se a tempestade não tivesse vindo e eu não aprendesse a navegar.

68 comentários

Comentar post

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2