Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

16
Fev17

O que simboliza o Acanto?

fashion

 

(imagens retiradas da Internet)

 

Há muito tempo que via estas folhas, especialmente na arquitectura, e nunca soube o que simbolizavam. Desta vez lá fui à descoberta e aqui vos deixo o resultado da mesma.

O acanto é uma folha muito utilizada nas ornamentações desde os tempos antigos e medievais.  Adornava capitéis, túmulos e até mesmo roupas. Porém, o  seu simbolismo não provém de suas belas folhagens e sim dos espinhos da planta.  Devido a esta característica o acanto simboliza o triunfo, a vitória de quem soube vencer os espinhos, a vitória sobre as provações da vida e da morte. Simboliza também a terra virgem ou a própria virgindade(uma  outra espécie de triunfo). Quem estiver adornado com esta folha venceu a maldição bíblica:O solo produziu para ti espinhos e cardos (Génesis,3,18), no sentido de que a provação vencida se transformou em glória. Vamos todos apanhar acantos?

 

05
Dez16

Um cesto de pétalas, para não magoar os pés

fashion

 

                                                     (imagem retirada da net)

 A noite abraçava a cidade criando um manto de escuridão,  só quebrado pelas luzes das casas e dos carros que velozmente surgiam.

Não saíra da casa e via, pela janela, os passos atarefados das pessoas que voltavam de um passeio ou do trabalho. Nunca sabemos o que uma janela nos poder oferecer, tal a diversidade e a imprevisibilidade de personagens que a habitam. Entrava muita gente; naquele dia, na janela, mas apenas um me fez ficar, por ali, a olhar(talvez porque todos os outros fossem tão estupidamente normais que não me apetecia vê-los).

O homem que me deteve, em frente àquele vidro, era velhinho. Não podia precisar a idade, mas percebia claramente que já tinha caminhado muito, via isso pelo peso das passadas e pelo corpo curvado e frágil.

Vestia um casaco castanho de lã e umas calças escuras, na cabeça uma pequena boina de xadrez castanho. Carregava na mão direita um cesto, pequeno, forrado com pano e dentro dele havia pétalas: pedaços de flores.

No início não percebi, confesso que até pensei que o senhor, não devia estar bem. Pensamos sempre que os outros não estão bem quando aquilo que fazem é significante, porque poucos são os que conseguem colocar significado e símbolos no que fazem. Habitualmente tudo é demasiado programado, vazio, e os significados fogem para longe.

Este homem era diferente; o seu passo vagaroso, o seu corpo, que já carregava a mortalha enfeitava as ruas, tornava as pedras suaves e distribuia alegria. Passei um bom bocado sem perceber porque o fazia, mas vi-lhe os olhos, adivinhei-lhe a bondade e vi a sua vida. Tinha sido um homem bom e sempre que pode espalhou pétalas, dentro dele descobrira o segredo de quem está a caminho: Nunca devemos carregar uma cesta com espinhos e muito menos espalha-los. O caminho/vida faz-se de avanços e retornos e muitas vezes temos de caminhar descalços...

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2