Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

09
Mar17

Os dias especiais

fashion

 

(imagem retirada da net)

 

 

Um dia destes disse-me um amigo: Temos sempre dois caminhos, ou somos felizes com o que temos ou ficamos infelizes por não termos o que queremos ter.

Fiquei em silêncio a beber cada uma das palavras e a pensar na dimensão daquilo. Hoje é dia diferente, por muito que diga que não. Todos temos dias diferentes. O ponto, pegando nas palavras do meu amigo, é que podemos fazer com que todos os dias sejam diferentes ou podemos ficar à espera que um dia diferente chegue. Basta pouco para que o dia seja, o dia, e os outros dias, sejam os dias. Escutem o vento que passa entre as árvores, bebem cada azul de céu como senão houvesse mais céu. Escutem, andem, gritem. Abracem muito, sempre! Vivam!!

01
Mar17

Os comprimidos da felicidade

fashion

 (imagem retirada da net)

 

Nos últimos dias tenho pensado no número absurdo de pessoas que conheço e que estão a passar, ou já passaram, por depressões. A maioria delas têm (felizmente) a capacidade tanto económica, como de discernimento para procurar ajuda e  tratarem-se.

No entanto, não é fácil identificar uma depressão e actualmente tende a  confundir-se a tristeza com depressão. É o mundo da felicidade forçada e da ingestão dos comprimidos da felicidade este, em que vivemos.

Alguém que perdeu  quem ama, tem de estar triste, é normal, é humano e só seria estranho era se isso não acontecesse. Quem está desempregado, doente, tem de estar triste, não há vergonha nisso. E não são os comprimidos que resolvem estes estados de alma. A resolverem alguma coisa é apenas o proporcionarem a ilusão que o fazem.

Dizia Schopenhauer que: “Precisamos em todas as épocas de uma certa quantidade de desvelo, sofrimento ou carência, como um navio precisa de lastro para manter seu curso correto.” A tristeza é, por conseguinte, algo inerente ao ser humano e necessária para se atingir profundidade interior. Claro que é melhor estar feliz e alegre, mas nenhuma felicidade dura sempre, até porque há tristeza na felicidade(ou para se atingir a felicidade). Mas a sociedade não está preparada para isto. Ninguém tem paciência para pessoas que estão tristes, que choram... dá trabalho estar triste, e é uma embate muito grande consigo próprios.

Queremos apressar as coisas, queremos colocar LOL em todas as notícias, imagens e fotos, queremos mascarar a tristeza com caras de falsa felicidade. É mais fácil.

Um comprimido que dê alegria e não permita a tristeza parece, à partida, a solução ideal, mas será mesmo?

Não deviam as sociedades e todos nós procurar outras soluções que não apenas a dos comprimidos? Não se devia entender a tristeza de outra forma?

Outro dia falarei sobre a depressão...

 

29
Set16

O Outono, a espera e a perda da felicidade

fashion

 

 O Outono chegou anunciado pelas folhas amarelas, pelo Sol envergonhado e pelo vento que se agitava de manhã. Vestiu as calças que mais gostava, uma camisa branca e uns brincos da mesma cor. Olhou-se ao espelho, passou a escova pelo longo cabelo e sentou-se à espera. Convenceu-se que a felicidade chegaria quando o Outono viesse. Escolheu a roupa cuidadosamente, animou-se  e esperou.

Ao seu redor as árvores vestiam-se de flores, os pássaros dançavam, a neve vestia a janela de branco, tal qual uma noiva e ela nada via ou sentia.  Sentada,esperava e perdia, todos os dias perdia.

A espera durou vários anos sem que ela se movesse ou trocasse de roupa. Chegou um tempo em que se apercebeu de que já não conseguia mexer-se e tudo em si estava transformado. Olhou ao redor e não lhe ocorreu a razão porque tinha estado tanto tempo ali. Tentou levantar-se para observar uma joaninha que pousara no parapeito, mas não conseguiu, empenhou-se em sentir se era noite ou dia, mas era tudo tão igual que não percebia a diferença.

Um dia, daqueles dia em que no céu se arrumam as cadeiras, ela caiu no chão: a espera tinha acabado. Era Inverno, e ela tinha perdido a felicidade, sem nunca perceber que a tinha encontrado...

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2