Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

05
Set16

Sapatos apertados e que não servem...

fashion

um.jpg

 

O charco de água devolvia a imagem de alguém que hesitava em atravessar para o outro lado, os sapatos pretos e elegantes estavam parados mesmo à beira da água.  Passou as mãos pelo cabelo e manteve-se quieta sem saber se havia, ou não, de saltar por cima da água e continuar o caminho. Ao longe uma figura feminina acercava-se, era alta, esguia e à medida que se aproximava enchia o espaço de aroma, alegria e de uma enorme paz. Olhou-lhe para os pés, e estremeceu quando viu uns chinelos, castanhos, de lã e que ameaçavam, a todo o momento rasgar-se.

Não pode deixar de sentir uma certa alegria. Uma mulher tão bonita, elegante com um chinelos velhos: pensou para si. Enganou-se a si mesma pensando, por um momento, que era muito melhor que a outra porque tinha uns sapatos elegantes, que não saiam do mesmo sítio.

Indiferente a este tipo de pensamento a mulher esguia, de sorriso na alma, perguntou-lhe se precisava de ajuda para atravessar. Conversou com ela, longamente, e ajudou-a, a vir para junto de si.  A hesitante não conseguia dizer nada porque a vergonha pela inveja e a satisfação causada pelo pensamento dos chinelos pesava-lhe, como um saco carregado de chumbo.

Tirou os sapatos,vagarosamente, e ofereceu-os à sua recente amiga.

Ela sorriu e contente tentou calça-los, mas por muito que tentasse estes não lhe serviam. Os seus pés eram diferentes, tinham caminhado muito, estavam cansados de sapatos elegantes e desconfortáveis. Queriam apenas uns chinelos, largos e quase rotos que lhe permitiam caminhar com convicção e paz. Os sapatos não serviam porque a forma dos pés, o caminho que tinham percorrido e as escolhas eram diferentes. Ela devolveu os sapatos nunca deixando apagar o sorriso. Continuou o caminho, com os chinelos e, por onde quer que passasse tudo se enchia de brilho e serenidade.

A hesitante olhou para o charco, que já tinha saltado, e percebeu que os sapatos são como a e que as formas são todas diferentes. Ninguém consegue calçar e sentir-se bem com aquilo que não serve, as feridas causadas por quem tenta  faze-lo são muito dolorosas.

Apanhou uma pequena pedra, que fez cantar no charco, e por ali ficou até que o céu apagou a lanterna.

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2