Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fashion in the bag

Fashion in the bag

25
Mai17

A Estátua de Glauco

fashion

                                                                        Glauco e Cila
                                                                        Por Bartholomäus Spranger
                                                                   no Museu de História da Arte em Viena

 

Diz Platão:
"Quem o vir, não reconhecerá facilmente a sua
natureza primitiva, devido ao facto de, das partes
antigas do seu corpo, umas se terem quebrado, outras
estarem gastas, e todas deterioradas pelas ondas, ao
passo que outras se sobrepuseram nela — conchas,
algas ou seixos — de tal modo que se assemelha
mais a qualquer animal do que ao seu antigo aspecto
natural"
Platão, A República, Livro X, 611 d., 9. Lisboa: ed.
Gulbenkian, 2001, p. 480.

17
Mai17

Atlas e o peso do mundo

fashion

(imagem retirada da net)

 

Encontrei Atlas vagueando num planalto de trigo. Estava dobrado e uma ruga funda atravessava-lhe a testa. Não me reconheceu logo, mas quando me aproximei saudou-me e desenhou um sorriso nos lábios.

Falamos longamente e via que se contorcia com dores. O mundo era pesado, disse-me quando me viu olhar. Sabia do castigo de Zeus e tinha noção de que Atlas estava condenado a carregar nas suas costas o peso do mundo, para sempre, ainda assim pensava em algum modo de o aliviar. Falava-lhe de aves raras e do mar, mas ele não me ouvia. Era o peso que lhe roubava a atenção. Caminhamos de mãos dadas. Eu, Atlas e o mundo. Mas não me senti bem,o peso dele começou a evadir-me e encontrei-me fraca e sem forças.

Estava quase a sentar-me no chão quando Hércules se aproximou, muito simpático e sorridente pedindo a Atlas que lhe colhesse as maçãs de ouro e que em troca ele lhe segurava o mundo.

Atlas estava tão cansado que aceitou prontamente.Nunca o tinha visto tão alegre. Correu, pulou e puxou-me para dançar-nos no meio do trigo. Rimos de tudo e de nada.

Assim que avistamos as maçãs corremos a colhe-las e entregamo-las a Hércules. No entanto, assim que lhas entregamos Hércules voltou a colocar o mundo nas costas de Atlas e fugiu. O peso voltou.

Ninguém pode carregar o mundo sozinho, pensei. Estava quase a oferecer-me para dividir o peso com Atlas, mas o deuses libertaram-no do peso do mundo e castigaram Hércules.

Os pesos do mundo vão sendo carregados por quem verga a cabeça e os aceita.

06
Abr17

Pandora

fashion

Pandora
Por Jules Joseph Lefebvre, 1882

 

 

Em todos os campos as pequenas fogueiras proliferavam. Prometeu roubara o fogo aos deuses e ofereceu-o aos homens. Atrás de um arbusto olhava para as fogueiras e temia a ira dos deuses. Prometeu estava perto e via-o gesticular, devagar veio sentar-se perto de mim e deixou-se ficar. Vimos chegar Pandora( todos os dons) e percebemos, imediatamente, que seria ela que se vingaria dos homens. Percebia-se através das suas feições minuciosamente trabalhadas por Hefesto que ela fora concebida por todos os deuses e de todos tinha recebido um dom. Deixamo-nos ficar, quietos apenas a observar o que ela fazia. Andava elegantemente, com uma enorme caixa debaixo dos braços quando se cruzou com Epimeteu, irmão de Prometeu. Este tentou levantar-se, mas eu não deixei porque tive medo que os Deuses o vissem e se zangassem. Ele sentou-se, intranquilo por ver a sedutora Pandora abraçar o irmão.

Soubemos que tempos depois os dois se casaram e que Pandora, sem se lembrar das advertências, do pai para não abrir a caixa que ele lhe oferecera deixou escapar todos os males. Por todos os cantos proliferaram as guerras, as mentiras, as doenças, o ódio...

Disseram-nos que Pandora ainda tentou fechar a caixa, mas era tarde e apenas a esperança se conservou no fundo. Será a esperança, sozinha, que ajudará os homens a vencer todos os males do mundo.

 

30
Mar17

O Amor e a paixão: Ares e Afrodite

fashion

 

 

A penumbra já me envolvia quando iniciei o meu passeio de fim de dia. Admirava os lampiões que iluminavam a rua quando vi Afrodite a correr saindo da casa de Ares para entrar na sua. Não me pareceu estranho porque Ares era irmão de Hefesto e cunhado de Afrodite, mas a corrida fez-me pensar que haveria qualquer coisa que não estaria bem. Ainda assim continuei o meu passeio e esqueci o acontecimento até que no outro dia, pela mesma hora me chamaram para ir a casa de Ares. Estavam lá todos o deuses e na cama; presos por uma malha de ferro, tecida por Hefesto, estavam Ares e Afrodite.

Percebi tudo, assim como todos os Deuses: Afrodite e Ares não resistiram à paixão que nutriam um pelo outro e Hefesto descobriu. Os deuses ficaram zangados e aquela traição nunca iria ser esquecida. Hefesto amava Afrodite e penso que Afrodite também o amaria, mas a paixão foi superior ao amor.

Quando a rede foi tirada ofereci um lençol a Afrodite que me agradeceu e abraçou. Estava envergonhada e perdida e durante algum tempo ninguém a viu.  Porém; passado um tempo, ela bateu-me, levemente, na porta queria apresentar-me a pequena Harmonia, sua filha e de Ares. Era linda a Harmonia : peguei-lhe ao colo e senti nas mãos o equilíbrio entre o amor e a paixão.

 

16
Mar17

Contornar as aporias

fashion

 

 

Hércules chegou ainda o Sol se penteava. Bateu na porta, devagar, e esperou que eu chegasse.

Tínhamos combinado ir passear pelas margens do rio e conversar um pouco. Assim que desci as escadas encontrei-o sorridente e bom bom aspecto. Trazia uma sacola com uma merenda e uma enorme túnica. Começamos a caminhar e fomos conversando e rindo até que chegamos a um caminho estreito e Hércules (que seguia primeiro) não conseguiu passar. Uma aporia barrava-nos o caminho. Ele tentou pisa-la, mas cada vez que isso acontecia ela ficava maior. Não sabíamos o que fazer. Olhamos um para o outro, intrigados e assustados.

Já passava das 10:00 horas quando Athena veio em nosso socorro. Explicou-nos, então, que a Aporia é um daimon da dificuldade  e que se for deixado sozinho ele, naturalmente, diminuirá o seu tamanho, mas se o ultrapassarmos e seguirmos o nosso caminho, ele diminuirá de tamanho. Se decidirmos combate-lo  ele será sempre maior  porque a sua finalidade é impedir a nossa progressão.

Sorrimos todos, Hércules pegou-me na mão e puxou-me para outro caminho onde os lírios começavam a florir. Contornar e ultrapassar por vezes é a melhor forma de vencer...

Mais Sobre Mim

A Ler

Palavra da Semana

anguícomo

Segue-me

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

blogs portugal

Este blogue tem direitos de autor Copyrighted.com Registered & Protected

A ler 2